Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vocês sabiam que caracóis produzem pérolas?

Muitos devem estar se perguntando: Como assim pérolas de caracóis?


Geralmente, as pérolas comercializadas são de ostras, mas outros moluscos podem gerar pérolas desde que tenham uma concha!

Pérolas geradas por diferentes moluscos.
Vamos tentar entender melhor: quando um corpo estranho acaba parando entre a epiderme secretora de concha (no manto) e a concha, este corpo é envolvido por substâncias que compõem as conchas, assim formando as pérolas. Dessa forma, não é estranho que outros moluscos também sejam produtores de pérolas. Certo?

Pérolas dentro de concha. Foto: duke
Todas as pérolas são raras, porém as de ostras são fáceis de serem cultivadas, por isso são mais  as comuns. As pérolas de caracóis estão entre as mais raras, é preciso coletar cerca de 10000 caracóis para encontrar uma única pérola. 

As pérolas de caracóis são não-nacaradas, ou seja, não possuem nácar ou madrepérola (componentes que revestem a parte interna das conchas de ostras), por isso muitas vezes são ditas que não são pérolas verdadeiras.

Abaixo serão citados os mais comuns tipos de pérolas de caracóis.

1 - Concha rainha 

Trata-se de um caracol marinho  (Lobatus gigasgigante e comestível que apresenta concha com a parte interna rosada, assim como as suas pérolas, conhecidas como "conchas pérolas".

Caracol concha rainha (Lobatus gigas).
Pérolas de concha rainha. Foto: yararegems.com

Colar e brincos feitos com pérolas de concha rainha. Foto: Mikimoto

2 - Melo melo

Trata-se também de um caracol marinho gigante do sudeste asiático. Apresentam conchas alaranjadas assim como as pérolas formadas.

Caracol Melo melo. Foto: palagems

Pérolas de Melo meloFoto: palagems

Pingente de pérolas de Melo melo. Foto: V. Pardieu

3 - Pāua

São três espécies de caracóis marinhos comestíveis da Nova Zelândia  (Haliotis irisHaliotis australisHaliotis virginea). Suas conchas e pérolas são iridescentes.

Caracol Haliotis australis Foto: seafriends.

Pérolas de Pāua. Foto: Kari
Brincos e pingentes feitos com pérolas de Pāua. Foto: opalpacific.

Por que alguns insetos são verdes?

Quando se falam em insetos verdes, bem provável que muitos pensem em clorofilas (pigmento responsável pela cor verde em plantas). 


Inseto folha. Foto: minibeastwildlife.

Até um tempo atrás, acreditavam que a coloração esverdeada era devido a ingestão de clorofila. Hoje sabe que esta história é bem mais complicado, parece que a clorofila não dá esta coloração nos insetos, mas é responsável pela coloração em vários outros animais.

Em insetos a cor verde é uma mistura de pigmentos azul ou azul-esverdeado com pigmentos amarelados. Pigmentos amarelados são carotenoides e os pigmentos azul ou azul-esverdeado são bilinas como biliverdina (1), biliproteínas (2) e pterobilinas (3). 

Mas quem são as bilinas?

Bilinas são substâncias tetrapirrólicas abertas. Confuso? tudo bem, o importante é saber que estas substâncias são parecidas com clorofilas, mas as clorofilas são cíclicas.  Então, há uma hipótese que estas bilinas são derivadas da degradação das clorofilas ingeridas por estes insetos, mas nada provado.

Lagarta da mariposa de Agrius convolvuli.
A coloração verde dá uma excelente camuflagem para insetos entre as folhas. Tente encontrar o gafanhoto na imagem abaixo.

Gafanhoto camuflado entre as folhas. Foto: scribol.com.

Friagem provoca resfriado?

Olha os pés descalços!
Se agasalhe, menina!

São frases de alerta que as mães falam para os filhos para evitar um resfriado! 

Mas será mesmo que o frio causa resfriado? Para a decepção de algumas mães, o frio não provoca resfriado. Não mesmo!



O resfriado é uma doença viral, ou seja, é causada por vírus e não pelo frio!!!

Calma ai, antes de ir reclamar com sua mãe, saiba que ela tem um quê de razão. 

Recentemente, um estudo da Universidade de Yale verificou que os vírus do resfriado se reproduzem, principalmente, em temperaturas mais baixas.

Isso ocorre devido ao nosso sistema de defesa diminuir a eficiência em partes frias do corpo, como no nariz. 



O nariz é a porta de entrada dos danadinhos dos vírus do resfriado e estes, que não são bobos, aproveitam a falha do nosso sistema de defesa e se proliferam!

Então, cubra-se no inverno e mantenha seu nariz aquecido!


Plantas carnívoras: Vênus papa-moscas, a assassina!


Plantas carnívoras são bem populares devido a fama de assassina. 
Estão presentes em filmes de ficção científica, jogos, desenhos animados, propagandas... São consideradas  os tubarões da flora!!!

Audrey II (Planta carnívora) devoradora de humanos no filme
Little Shop of Horrors

Vilão Zetsu do desenho Narutu
Há várias espécies de plantas carnívoras, porém a Vênus papa-moscas (Dionaea muscipula, única espécie de Dionaea) é a responsável pela maior parte dessa fama. 


Vênus papa-moscas

Flor de Vênus papa-moscas

É ela com sua boca cheia de dentes que devoram criancinhas, moças loiras ou mesmo o Mario! Veja abaixo como as plantas piranhas do Mario são bem semelhantes com a Vênus papa-moscas.


Vênus papa-moscas (acima) e plantas carnívoras, as famosas
plantas piranhas, do jogo de viodegame MarioBros (abaixo).

Na realidade, estas bocas cheias de dentes da Vênus papa-moscas são lâminas foliares modificadas e usadas para capturar a pobre presa. Perai, não entendeu? 


Vamos com calma.

Sabe aquele caulinho da folha? Se chama pecíolo.
Sabe aquilo que você chama de folha? Se chama lâmina foliar.


Folha = Pecíolo + Lâmina


Comparando uma folha comum  com a folha da Vênus papa-moscas

Mas como a Vênus papa-moscas sabe, quando fechar a Lâmina?

É simples. Na lâmina foliar há pelos, quando o inseto  encosta nestes pelos, engatilha o fechamento da lâmina.


Pelos nas lâminas foliares da Vênus papa-moscas

Vênus papa-moscas em ação:


Qual é o motivo destas plantas capturarem bichinhos inofensivos?

Nas lâminas foliares há glândulas digestivas que secretam enzimas. Estas enzimas digerem o bicho liberando nutrientes para a planta. 

Em resumo, a Vênus papa-moscas não são dessas plantas que ficam esperando que o adubo caia do céu, ela vai e produz o próprio.

Vamos acabar com o mito?


Nesses últimos dias, o que mais leio em comentários de jornais, Youtube, Facebook... sobre a crise da USP é a palavra PRIVATIZAÇÃO.

Quem nunca viu comentários como: As melhores universidades do mundo são privadas?

Sempre concordei com essa informação, afinal de contas Harvard, Yale e Stanford são privadas!

Pensei comigo: Mas será mesmo que a maioria das universidades tops do mundo são privadas? Quais pesquisas temos disponíveis para tal afirmação?

Então, joguei o preconceito de lado e fui fazer uma pesquisa um pouco mais apurada. 

Peguei o ranking mais recente de universidades, no caso o CWUR (http://cwur.org/), e avaliei as 100 primeiras universidades.

Pasmem!!! Isso mesmo, quero começar mostrando meus resultados com esta palavra. É a que mais cabe aqui.

Vejam o gráfico abaixo. Das 100 universidades avaliadas, 70 são PÚBLICAS e 30 são privadas.




Vejam quem são as universidades PÚBLICAS no ranking:

- As universidades francesas.

-A maioria das universidades japonesas incluindo a Universidade de Tóquio.

-As universidades Israelenses como a Hebrew University of Jerusalem.

-As universidades canadenses como Universidade of Toronto.

-A maioria das universidades britânicas, como a famosa universidade de Cambrigde.

-As universidades suíças, como o Swiss Federal Institute of Technology in Zurich.

-As universidades alemãs.

-A mais importante universidade russa.

-As universidades chinesas.

Pera ai! Quem são as privadas? 

Das 30 universidades privadas, 26 são americanas, ou seja, cerca de 86%.


Mas, é um ledo engano, achar que todas as universidades americanas são privadas. Na realidade, metade das universidades americanas presentes no ranking é pública. A famosa Berkeley é pública. 



Por outro lado, é importante frisar que as universidades americanas privadas não são instituições com fins lucrativos para um determinado indivíduo, ou seja, elas nãos são EMPRESAS.

Vocês por acaso já viram alguém estar na lista dos mais ricos da Forbes por ser dono de uma grande universidade de qualidade?

Geralmente, estas universidades privadas vivem de doações, são antigas em sua maioria, Harvard tem 328 anos. Muitas universidades tem até lucro, mas investem em si, Havard tem uma reserva de 32 bilhões de dólares. Educação é cara, principalmente quando se fala de QUALIDADE, por isso o setor público está por trás da maioria.

Assim, parece que o mundo sabe que educação de qualidade não é lucrativa, mas é essencial no desenvolvimento. Foi assim que países, como Japão, se tornaram grandes potências em tão curto espaço de tempo. 

Investir em universidades, é investir em pesquisa e acima de tudo no futuro e autonomia.

E agora, Brasil?